Pages

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Adeus


Olá pessoal!

venho através desta informar que o meu blog infelizmente será tragado pela certeza de vida, a morte. Ele continuará online porém sem vida, não postarei mais, muito obrigado a todos pelas visitas, pelos comentarias, obrigado.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

De um total momento suplantado:

http://2.bp.blogspot.com/_zxwvVvpZs80/TD0oYxRPkEI/AAAAAAAAALc/sxJPPhdrDnM/s1600/vampiro_081.jpg
"bebendo o teu sangue visceral na taça fria, sinto o cheiro do sal
cada gota unge meus lábios com o mais puro prazer original,
a saliva desce anunciando a chegada ancestral da vida
na coisa primitiva, revelada."

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Ser "escritor"


http://toskoworld.zip.net/images/psicodelia4.jpg

É tão maravilhoso ver, ler ou ouvir uma poesia, um poema, um livro, um conto, uma música, uma expressão artística, mas por trás dessa percepção há todo um processo doloroso de se fazer instrumento de inserção da arte nesse mundo. É pesado, mas muito pesado a alma poética, é doloroso, árduo, difícil trazer toda uma profusão de ideias, pensamentos, cores, amores, dores, alegrias, tristezas e ardores para um plano horizontal marcado por signos.
Ao passo que cada letra vai sendo exposta no papel a alma do poeta vai se fundindo ao momento de imersão no ecstasy do fazer arte que chega ser único e imensurável, é poético.

Aviso

Olá pessoal!
Quanto tempo, né?

Desculpem o longo prazo sem atualizações, estava sem Internet para continuar postando aqui, desculpem.

Voltei ! Continuem lendo, seguindo, que não deixarei de postar mais fugas.

Um abraço.

sábado, 14 de agosto de 2010

Parte do que sou...




"Quando o campo das ideias me usa como travessia, não posso impedir, simplesmente devo deixar elas saírem, e quando se materializam em grafite devo espalha-las por todos os ouvidos, e se não o faço elas voltam raivosas e fecham minha porta e partem para buscar uma outra porta-alma, me deixando humana."

Andreza Pires, 12/08/2010.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Sobre felicidade....

"uma profusão de sensações que dilaceram o ser
e resplandece na face em sorrisos multiplos e
alegria infindável"


sexta-feira, 30 de julho de 2010

Clarice para mim...

http://ivanmauricio.blog.terra.com.br/files/2007/11/clarice2.jpg http://catracalivre.folha.uol.com.br/wp-content/uploads/2010/03/clarice.jpg


"Clarice é a orgia das metáforas. Ela transforma o que sentimos em explicáveis, conversando com a individualidade oculta da alma, de forma a sempre acharmos que ela escreveu para nós.
Por ela ser além do humano, chegando a ser a coisa viva mais simples e feroz, penso que suas palavras sempre se tornarão verdadeiras verdades individuais e vivas, como uma nova chama que nos abraça e preludicamente nos aquece, que fortemente nos queima e ferozmente se apaga."

Andreza Aparecida Pires de Souza Oliveira, Salvador - Bahia, 30/07/2010.

domingo, 25 de julho de 2010

A paixão segundo G.H

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/bd/PAIX%C3%83O.jpg http://www.claricelispector.com.br/imagens/APAIX%C3%83OS.jpg
(capa da edição original e da edição mais atual, respectivamente)


A paixão segundo G.H. é um livro de Clarice Lispector, a nossa querida escritora, amada nacionalmente, que foi publicado em 1964. Teve várias edições, atualmente é distribuído pela editora ROCCO . Esse livro retrata um profundo mergulho no abismo do que é ser uma "coisa viva", esse mergulho se dá a partir do momento em que uma mulher chamada G.H. decide limpar o quarto de empregada, julgando estar sujo, empoeirado e cheio de coisas velhas, e ao fazê-lo é surpreendida por uma seca organização deixada pela antiga empregada. Além do quarto estranhamente limpo, ela percebe ao fechar a porta, um desenho de uma mulher, um homem e um cachorro, traçados a carvão, desenhado pela ex-empregada. Seguindo seu roteiro de reconhecimento do quarto ela vê uma barata, um animal que ela tem pavor, saindo do guarda roupa, e num súbito ataque ela esmaga a barata com a porta do roupeiro. Após o ato, G.H. começa a se perder quanto individuo passando a questionar sua existência, sua vida. E com a perda de si mesma ela se encontra.

A pergunta que fica para o leitor é: Onde está a paixão? Pelo menos foi o questionamento que inicialmente me fiz. Com o transcorrer do relato de G.H., aos poucos fui começando a perceber onde estava a paixão, ela estava justamente no inesperado encontro de G.H. com a barata, "golpe da graça", que gerou a quebra do invólucro da expressão do medo que ela tinha, mostrando que na realidade o sentimento dela pela barata era de amor, mas por nunca ter entrado em contato com a mais primitiva "coisa viva", ela demonstrava medo, pois o medo é o fruto do desconhecido. Isso é transcendental a muitas coisas, cabe ao entendimento do leitor essa papel. Próximo do final do livro Clarice escreve através de G.H. uma máxima lindíssima, que aborda um pouco a questão acima descrita: "Ah, meu amor, não tenha medo da carência: ela é o nosso destino maior. O amor é tão mais fatal do que a própria carência, e nós, somos garantidos por uma necessidade que se renova continuamente. O amor já está, está sempre. Falta apenas o golpe da graça--que se chama paixão." (pág. 170).

Recomendo a leitura desse magnifico livro a todos, mas principalmente por "pessoas de alma formada".

Algumas máximas encontradas no livro e selecionadas por mim:

"...Talvez a desilusão seja o medo de não pertencer mais a um sistema..."(pág. 13)

"...Terei que correr o sagrado risco do acaso. E substituirei o destino pela probabilidade..."(pág. 13)

"...Quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar a desorientação..."(pág. 13)

"...Eu sou mansa, mas minha função de viver é feroz..."(pág. 116)

"...O inferno é a boca que morde e come a carne viva que tem sangue, e quem é comido uiva com o regozijo no olho: o inferno é a dor como gozo da matéria, e com o riso do gozo, as lágrimas escorrem de dor. E a lágrima que vem do riso de dor é o contrario da redenção..."(pág. 120)

"...Inferno mesmo é o do amor. Amor é a experiência de um pecado maior--é a experiência da lama e da degradação e da alegria pior. Sexo é o susto de uma criança..."(pág. 133)

"...Tenho que me violentar para precisar mais. Para que eu me torne tão desesperadamente maior que eu fique vazia e necessitada..."(pág. 151)

"...Tudo que me caracteriza é apenas o modo como sou facilmente visível aos outros e como termino sendo superficialmente reconhecível por mim..."(pág. 174)

P.s: Gostaram??? Comentem!! :)

sábado, 24 de julho de 2010

Traduzir-se em imagens

Quem sou eu:
O que me faz sorrir:
http://depoisdolance.files.wordpress.com/2009/06/vida.jpg

O que me faz chorar:
http://cabelopixaim.zip.net/images/luto5896.jpg

Minha cor:
Hobby:

S
onho:Melhor Lembrança:
Música:Esporte:
http://4.bp.blogspot.com/_DasBxU01hME/SxA8737-xcI/AAAAAAAAASA/2mijnGtdHrA/s1600/2+dia+do+nadismo+p.jpg

Um filme:
Um Pecado:
http://www.vadiando.com/fotos/preguica3.jpg

Três Lembranças fofas da infância:
http://yonihon.files.wordpress.com/2009/10/dragon-ball-z-personagens.jpg http://www.acervoclube.com/images/sakura_3.jpghttp://cdzbrasil.com.br/imagens/os-cavaleiros-do-zodiaco.jpg

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Tempo




Tempo... o que é o Tempo?... não sei... ele realmente existe?... acho que sim... então, se ele existe, somos nós que estamos nele ou ele que está em nós?... poxa não sei de novo.
Como é difícil falar sobre o tempo, chega a ser frustrante, mas não impossível de discutir. É muita metafísica. Quando penso no tempo me vem logo uma imagem de um lugar velho, sujo e vazio. Não sei o por que, mas só sei que vem essa imagem do tempo. Quanto tempo tem o tempo?... é infinito?... pronto chegamos ao infinito, essa profusão de coisas que não são coisas pois as coisas são construções humanas, sendo assim impossível de imaginar como o nada.


Como disse Arthur Schopenhauer: O tempo reduz tudo a Nada.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Mais uma :)

Hoje, para uma prova de sociologia em dupla, fiz essa poesia sobre o fato social proposto por Émile Durkheim, com a querida participação do meu amigo Luiz Junior, espero que gostem :)


Coisa Humana

Relação mutável
interprete mutante
caótica universal.
Não sou humano,
sou atitude numérica,
coesão letal.
Nas veias correm
estatísticas, revelando
a coisa que sou.
Se na mentira do que sou,
para a verdade do que querem,
não sou nínguem.
Sou parte pulsante da explosão
processual do fato que me
torna ciência aos olhos
de quem me objetiva.

Andreza Pires e Luiz Junior

terça-feira, 22 de junho de 2010

Travessia




Que a vida é cheia de fases isso todo mundo já sabe, mas o que eu sempre me perguntei é como ocorre a mudança de fase e como se vive cada fase. A infância agente vive espontâneamente, cada dia nessa fase é novo e nada calculado, mas sutilmente isso vai acabando e de repente quando nos vemos já estamos em outra fase com uma tábua bamba abaixo dos pés, uma espada apontada para o pescoço e prestes a cair em um mar de questionamentos e quando finalmente caímos nesse mar, vamos nadando nadando e de repente já estamos na praia de uma ilha de responsabilidades. É tudo tão retilíneo que as vezes nem parece que esse processo é abarrotado de variáveis que possibilitariam um outro fim, mas ao final de tudo seria um fim.

sábado, 19 de junho de 2010

O que levamos?




Durante toda uma vida a pessoa tenta construir a realização de seus sonhos, seja uma carreira profissional bem sucedida, uma bela casa, uma família bem estruturada ou até mesmo um grande amor. Mas se diante de toda a eternidade a vida não é nada além de segundos, por que então construir algo aqui? Por que? Sinceramente não sei. Já que nada levaremos daqui, não vejo sentido para termos algo aqui, pois tudo um dia irá acabar e talvez nem nos lembraremos do que tínhamos.
Mas como tudo não pode ser assim, e se fosse assim talvez nem existiríamos, é preciso estabelecer que durante a nossa passagem tenhamos algo aqui, mas que problema, porque muitos nascem buscando ter algo e acabam morrendo frustrados por não terem conseguido conquistar nada.
A vida é uma complexa norma estabelecida por alguém que seguimos muitas vezes sem saber por que seguimos, que frustrante!

sábado, 12 de junho de 2010

Aniversário



OLÁ PESSOAL HOJE FAZ UM ANO QUE MEU BLOG ESTÁ NO AR!
:) QUERO AGRADECER A TODOS QUE LÊEM, SEGUE E COMENTAM MEUS POST. ESPERO QUE VENHAM OUTROS ANIVERSÁRIOS PELA FRENTE. OBRIGADA À TODOS!
:):):):):):)

domingo, 6 de junho de 2010

Uma prévia

Olá gente, venho trazer uma ótima noticia, vou escrever um livro ! êba, será um lindo romance.
Clarice me visitou e me mostrou isso:



"Um dia, andando pela vida, tropecei em ti, da queda do tropeço que tive em ti, tu tropeçaste também em mim, de tropeço em tropeço, de queda em queda, rolamos pela vida, até estarmos cansados e exaustos atirados ao chão"

Andreza Pires - 05/06/2010

Bom isso é um inicio-resumo, quando publicar o livro quero uma fila kilometrica na noite de autógrafos ! :p (sonho distante, mas ta valendo ^^) xD

sábado, 5 de junho de 2010

Uma frase

Numa viagem que tive durante uma aula, naquele querido lugar onde estudo, estava calada pensando sobre meu devaneio, e de repente o devaneio quis escapulir pela minha boca, cheguei até a abri-la, mas o contive, e nesse mesmo momento escutei o som dos meus lábios se desprendendo, então essa frase correu até meus dedos e se refugiou no papel e agora vou expor para vocês:


"Quando estou com você ouço, sinto o estralar das linhas dos seus lábios desprendendo-se, e de repente os seus lindos diamantes aparecem e me fazem ter a certeza de que estar com você é tudo de bom!"

Andreza Pires 19/04/2010


P.s.: Vanessa tá bem imaginativo, não? ^^

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Pica Flor

Dizem que em resposta a uma freira que satirizou a delgada
fisionomia do poeta lhe chamando "Pica-Flor"
, Gregório de Matos, fez esse poema:

Pica-Flor


Se Pica-Flor me chamais,
Pica-Flor aceito ser,
Mas resta agora saber,
Se no nome que me dais,
Meteia a flor que guardais
No passarinho melhor!
Se me dais este favor,
Sendo só de mim o Pica,
E o mais vosso, claro fica,
Que fico então Pica-Flor.


Gregório de Matos
e Guerra


Muito inteligente, não?

domingo, 30 de maio de 2010

Há um pássaro




Há um pássaro no mais alto galho da mais alta árvore, essa árvore é a mais sagrada dos reinos, ela é a origem de tudo e somente esse pássaro é capaz de entrar em contato físico com ela. Durante toda a sua vida esse pássaro quis estar ali, até porque estar ali é uma dádiva dada somente a ele, mas de repente ele sente uma enorme vontade de bater as asas e ir para algum lugar, mas ele ainda não sabe para onde deve ir, ele não tem uma bússola, nem ao menos sabe o que isso. Todos os ventos sopram para ele ir para várias direções, mas não consegui decidir para qual direção ir, ao final de tudo ele permaneci ali, mas não por não saber onde ir e sim com medo do que irá encontrar na direção que ele seguir.

Andreza Pires


P.S: Não sei bem o que quer dizer isso tudo, só sei que nada sei e de mim esse misterio saiu, resta saber se vocês me ajudam a descobrir.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Agi sempre para dentro... Nunca toquei na vida...


Vale a pena essa leitura:



Agi sempre para dentro... Nunca toquei na vida... Sempre que esboçava um gesto, acabava-o em sonho, heroicamente... Uma espada pesa mais que a ideia de uma espada... Comandei grandes exércitos — venci grandes batalhas, gozei grandes derrotas — tudo dentro de mim...

Gostava de passear sozinho pelas alamedas e pelos grandes corredores e de comandar as árvores e desafiar os retratos das paredes... No grande corredor sombrio que há ao fundo do palácio passeei com a minha noiva muitas vezes... Eu nunca tive noiva real... Nunca soube como se amava... Apenas soube como se sonhava amar... Se eu gostava de usar anéis de dama nos meus dedos é que às vezes queria julgar que as minhas mãos eram de princesa e que eu era, pelo menos no gesto das minhas mãos, aquela que eu amava...

Um dia foram-me encontrar vestido de rainha... Eu estava sonhando que eu era a minha esposa régia... Gostava de ver a minha face reflectida porque podia sonhar que era a face de outra criatura — porque era de formas femininas, que era de minha amada que era a minha face reflectida... Quantas vezes a minha boca, tocou na minha boca nesse espelho!... Quantas vezes apertei uma das mãos com a outra, quantas adorei meus cabelos com a minha mão alheada para que parecesse dela ao tocar-me. Não sou eu que te estou dizendo isto... É o resto de mim que está falando.

s.d.

Livro do Desassossego. Vol.I. Fernando Pessoa. (Organização e fixação de inéditos de Teresa Sobral Cunha.) Coimbra: Presença, 1990. - 76.

"Fase decadentista", segundo António Quadros (org.) in Livro do Desassossego, por Bernardo Soares, Vol I. Fernando Pessoa. Mem Martins: Europa-América, 1986.

domingo, 23 de maio de 2010

Observar




Observar é uma arte, desde uma pequenina pedra no chão até uma pessoa, todo tipo de observação é um encanto, é um a espera, muitas vezes silenciosa, por algo que te responda a alguma coisa. Mas realmente nos dias de hoje em que tudo é muito corrido, onde o tempo não se dá tempo, é possível se dar o luxo de observar as coisas? Penso que sim, afinal de contas, observo tudo a todo tempo, e amo fazer isso. Observo cada detalhe das paisagens da viagem para o colégio, uma parede torta, um gesto, uma voz, tudo, realmente tudo, e através dessas observações tenho meus devaneios e minhas fugas reflexivas, que modesta parte, são ótimas. Mas o que mais gosto de observar são as pessoas, chega a ser quase um vicio, fico esperando para ver como a pessoa reagi as coisas, imagino o que está pensando, como ela se vê, o sentido dela ter se vestido daquela forma, o por que dela estar ali, são tantas coisas... é meio difícil de dizer, só que é muitoo bom. Se você quiser experimentar essa sensação, basta observar, tente, não doí, a única coisa que pode acontecer é a pessoa querer saber o que você tanto olha.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Um toque de alma


"A música quando é música transcende o ouvir e inunda a alma" Essa foi uma máxima que cheguei numa conversa que tive. Pois bem és ai um mistério, a música. Ela uni pessoas de diferentes tipos, nos faz chorar, rir e dançar, muitas vezes, involuntariamente. Não sei se é uma lógica matemática cerebral que a música tem que mexe com o nosso cérebro ou se é algo além do físico.
Mas é inegável a sua força sobre nós, cada pessoa tem uma música que toca mais fundo, que mexe com tudo e trás a tona lembranças quase esquecidas no breu da memoria."

terça-feira, 4 de maio de 2010

Teste

Fiz o teste: que livro você é?
Muito bom mesmo esse teste, se vocês quiserem fazer basta clique aqui !
Eu vi esse teste no blog A moça do sonho, fiquei tentada em fazer, e olhem o meu resultada:

Clarice Lispector

Foto: Divulgação


"A paixão segundo GH", de Clarice Lispector

Você é daqueles sujeitos profundos. Não que se acham profundos – profundos mesmo. Devido às maquinações constantes da sua cabecinha, ao longo do tempo você acumulou milhões de questionamentos. Hoje, em segundos, você é capaz de reconsiderar toda a sua existência. A visão de um objeto ou uma fala inocente de alguém às vezes desencadeiam viagens dilacerantes aos cantos mais obscuros de sua alma. Em geral, essa tendência introspectiva não faz de você uma pessoa fácil de se conviver. Aliás, você desperta até medo em algumas pessoas. Outras simplesmente não o conseguem entender.
Assim é também "A paixão segundo GH", obra-prima de Clarice Lispector amada-idolatrada por leitores intelectuais e existencialistas, mas, sejamos sinceros, que assusta a maioria. Essa possível repulsa, porém, nunca anulará um milésimo de sua força literária. O mesmo vale para você: agrada a poucos, mas tem uma força única.

domingo, 2 de maio de 2010

Obstáculos


A vida é um prisma, pois a cada momento que vivemos nela, vemos uma mesma coisa de forma diferente, e assim algumas coisas que construimos como solidas e imutáveis, acabam mudando, então percebemos que é preciso ver além do simples ver, escutar mais, deixar de tirar conclusões precipitadas, deixar de assumir somente um ponto de vista.
E foi dessa maneira que cheguei a uma conclusão, se não nos colocarmos no lugar do outro no momento em que entramos em contato com esse alguém e nos privarmos disso, estaremos fazendo se solidificar a frase: "Você constroi muralhas em vez de pontes", que não concordo, pois penso que as pontes já vêm contruídas, nós é que não temos coragem para atravessa-las, por que achamos mais fácil por a culpa de não atravessar na ausência da ponte e não em nós.

sábado, 17 de abril de 2010

A partida é triste, mas a certeza de um lindo começo é gratificante



Este poste será uma homenagem ao melhor professor de Português que já tive, Wesley Barbosa Correia.
Quando entrei no CEFET em 2008, não sabia de nada, tudo era novo e desconhecido, minha cabeça era um minúsculo espaço preenchido com pouquissimas palavras sem sentido. Os professores, amigos, colegas, tudo misturado, tudo junto, tudo contribuindo para meu crescimento.

Em meio a tudo isso, estava Wesley. Suas aulas eram divinas, algo impossível de se descrever, só assistindo uma. Em suas aulas tudo era possível, ele me mostrou poetas, escritores, cronistas e um mundo de ilusões psicodélicas adormecidas em mim, ele me mostrou a querida Clarice Lispector, a minha janela aberta para um novo horizonte.

Através dele comecei a escrever meus contos, minhas poesias e atualmente crônicas. Sou grata pela Providência Universal ter posto esse inesquecivel artista de múltiplas faces, em meu caminho, que me ensinou muito, e por muitas vezes com um olhar nos comunicávamos, ele poderá ir embora, mas espero que ele tenha a certeza de ter deixado um pássaro livre pra voar.

Muito obrigado Wesley!

Um poesia para ele:

Aprendizado

Do mesmo modo que te abriste à alegria
abre-te agora ao sofrimento
que é fruto dela
e seu avesso ardente.

Do mesmo modo
que da alegria foste
ao fundo
e te perdeste nela
e te achaste
nessa perda
deixa que a dor se exerça agora
sem mentiras
nem desculpas
e em tua carne vaporize
toda ilusão

que a vida só consome
o que a alimenta.

Ferreira Gullar

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Um trocadilho

Navegando na net, achei esse trocadilho clássico e antigo, que te faz pensar e correlacionar a várias coisas, espero que gostem ^^


Tradução

Humpty Dumpty sentou-se em uma parede,
Humpty Dumpty teve uma grande queda.
Todos os cavalos do rei e todos os homens do rei
Não conseguiram colocar Humpty Dumpty
junto novamente.



Gostou? Comenta ^^

domingo, 21 de março de 2010

Uma frase linda

Essa frase é de um amigo meu, achei linda, quis postar aqui, porque ele pode querer apagar (¬¬)
então para fikar guardada, ta awe ^^




" Mesmo sem conhecer o lugar, zarpei para a Terra Dos Sonhos,

quando lá cheguei, a Terra dos Meus sonhos, descobri que não a conhecia...

porém, onde quer que eu vá, la estarei... "

José Olimpio Mozinho Negrão


Gostou? Comente^^

segunda-feira, 8 de março de 2010

Minha primeira poesia!!!!

Hoje tive uma deliciosa aula de sociologia logo pela manhã, e como hoje é o dia internacional da mulher, o professor falou sobre o assunto, a aula foi tão boa que me inspirou, então de mim brotou uma poesia, será o meu primeiro que posto aqui no blog, estou muito feliz e espero que gostem :)

Se gostou comenta awe beijos!!!

domingo, 14 de fevereiro de 2010

O que realmente importa

Nessa vida há tantas coisas para serem aprendidas, que fica meio difícil saber por onde começar a aprender, mas em meio a tantas coisas, existe as essenciais, as indispensáveis, como, por exemplo, saber dizer um simples "Bom dia!" com um farto e sincero sorriso, isso já é um grande passo para um começo de um ingressar duma nova fase da vida, sim por que a vida tem varias fases ou etapas, que são ciclos internos de um ciclo maior, a Vida. Como na música "Como dizia o poeta" de Vinicius de Moraes, "...A vida só se dá pra quem se deu...", e de fato isso é verdade, por que se você não se der, o outro também não vai se dar esperando o seu dar, e nesse impasse nenhum dos dois recebem, outra parte também que é bastante marcante, é quando diz "...Pra que somar? se agente pode dividir...", isso é uma constante, como, por exemplo, se a pessoa está passando por um problema e acha que só ela passa por aquilo, ela só vai saber que outras pessoas também passam, quando ela dividir aquele momento com quem está ao seu lado e verá que não está só. É como na filosofia, você não faz filosofia sozinho, é preciso q haja um compartilhamento de ideias através de um debate, uma discussão de ideias, então não some, senão você estará só e cheio de acumulo, enquanto você pode está amparado dividindo com alguém que está ao seu lado pelo que você é e não pelo que você tem.


Como Dizia o Poeta - Vinicius de Moraes




terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

A arte de saber dar

(imagem feita por mim ^^)


O dar é uma arte, no seu sentido mais puro, dando se recebe sempre e quanto mais se dá mais se ganha. É preciso muitas vezes na vida poder saber dar, exemplo, quando surge na vida uma momento de dar carinho a uma pessoa que está carente disso, é preciso saber dar aquele carinho na medida precisada para aquela pessoa, assim também se aplica a varias outras coisa, como saber dar um Não firmemente sem magoá, ou talvez um Sim certamente necessário, enfim várias coisas. Imagine se todos não déssemos nada ao longo da vida, logo ninguém ao longo da vida não receberíamos nada. Agora pense em tudo que você já deu na sua vida, muita coisa, não? Mas há uma ressalva no dar, é preciso dar sem intenção de receber, de forma natural e não previamente pensada, assim o dar se torna prazeroso e o receber maior ainda. Então para mim um dos segredos dá vida é Dar.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Mudança

Olá pessoal, mudei novamente o layout, tava já meio enjoadinha do anterior, deve ser por causa do meu vicio por mudanças XD, foram muitas mudanças, põe e tira um tamplete, até q editei um da minha maneira fiz minhas imagens de fundo e tls, espero que gostem. Bj para todos.

domingo, 24 de janeiro de 2010

Perguntinhas XD

Vi no blog de alguém e gostei =)

- Nome: Andreza Aparecida Pires de Souza Oliveira.
- Idade: 16
- Tem alguma tatuagem? Não, e não pretendo ter.
- Algum piercing? Não, e não pretendo ter.
- Já ficou bêbado (a)?Não.
- Já chorou por alguém? Sim.
- Coca-cola simples ou com gelo? Com gelo.
- Quem dos teus amigos vive mais longe? Lays.
- Pior sentimento do mundo? Duvida.
- Melhor sentimento do mundo? Certeza.
- Qual o primeiro pensamento ao acordar? "Preciso desligar o ventilador..."
- Qual o último pensamento antes de dormir? Oro e depois penso no q fiz durante o dia.
- Você já bateu no seu pc? Algumas vezes
- Você acredita em destino? Não.
- Você prefere Sol ou Chuva? Sol.
- O que é que você nunca tira? O chinelo. Só pra dormir é claro 8D.
- Uma frase: "Não se preocupe em entender viver ultrapassa qualquer entendimento" Clarice Lispector.
- Uma saudade: Avó.
- Um programa de TV que você faz questão de não assistir: Futebol.
- Nunca faria vestibular para: Historia.
- Se pudesse conhecer um lugar, qual seria? Japão.
- É ciumento (a) ? Depende em relação a que ou quem.
- Com que idade deu seu 1º beijo? Ainda não dei. 8D.
- Qual sua mania? Morder a boca.
- Naturalidade: Soteropolitana. Baiana. Brasileira
- Mora em: Camaçari.
- Voltar ao passado ou ir para o futuro?Esquecer o q passou, Viver o presente olhando para o futuro.
- Já perdoou coisas imperdoáveis? Já.
- O que você gostaria que estivesse escrito na sua lápide? "Não estou morta, mas sim liberta!"
- Como você gostaria de morrer? Do jeito que tiver que ser.
- Qual a sua palavra preferida? Selvagem.
- Qual sua altura? 1.60
- Qual seu peso atual? 57kg
- Há 10 anos atrás eu: Eu não me lembro de nada XD.
- Não vivo sem: Deus.
- Há algum segredo que você não tenha contado à ninguém? Sim.
- Qual a frase que mais usa no msn?"O q?"
- Saltaria de paraquedas? Sim.
- Seria vegetariano (a)? Não.
- Um dia: 12/10/1993.
- Uma roupa: Meu vestido de cetim.
- Uma bebida: Suco de umbu.
- Um doce: Brigadeiro.
- Um vício: Não fazer nada.
- Salgado ou doce? Doce.
- Teve um amigo imaginário? Não.
- Eu devia ser mais: Clara.
- 3 coisas que eu amo fazer: Servir à Deus, comer e dormir.
- 3 coisas que eu estou sentindo agora: Preguiça, dor e cansaço
- 3 coisas que eu odeio: Hipocrisia, Injustiça e Orgulho.
- 3 coisas que eu não entendo: Amor, felicidade e angustia.
- 3 comidas favoritas: Filé a parmegiana, torta e mousse.
- 3 coisas que eu bebo regularmente: Água, suco, refrigerante.

Nuvens


As nuvens são lidas, ilusórias e fantásticas, hoje estive a observar o céu cheio de nuvens, tão brancas, formavam varias figuras, um momento via um rosto feminino que logo se transformava em gato que depois virou um dragão saindo do seu nariz e de repente tudo se desfez de vez, logo deu vontade de tocar, sentir, tentar até morder aquelas nuvens, lindas no céu, mas eu estava aqui em baixo sentada na piscina sem ao menos poder chegar perto, então no céu bem pertinho delas apareceu uma ave voando lindamente e sumiu logo em seguinda, continuei contemplando aquele santuário acima de mim, quando a mesma ave voa rasante acima de mim, deu uma vontade enorme de ser ela naquele momento, mas as nuvens logo foram dando espaço ao céu limpo e azul e eu fiquei queimada do sol, mas faz parte XD.